Carro é feito bunda, cada um tem o seu

São muitas opções de carro à venda no mercado e cada indivíduo opta por um ao seu gosto, isso também acontece com os adesivos. São tantos estilos, estampas… esquisitices!!! Alguns buscam enaltecer uma religião, um estado, um país ou um time de coração. Outros defendem uma ideologia, um estilo de vida ou mesmo um ritmo musical. A verdade é que para o vizinho o adesivo do outro sempre vai ser cafona, porque gosto por adesivo é pessoal e intransferível.

Um taxista baiano chamado Mauro Bispo diz que já gastou R$ 1,6 mil e quer chegar a 25 mil adesivos para personalizar o interior do seu veículo e já jogou fora 4.580 selos que se descolaram sozinhos.

Algumas pessoas aderiram ao Sticker Bomb, que aqui no Brasil é chamado de Bombardeio de Adesivos. É uma prática, que já se tornou uma das sensações automotivas de personalização. Vai além de alguns adesivos na lataria ou no vidro do carro, é um turbilhão de colantes. Antes mesmo de colorir o carro, o sticker é uma arte de rua, que combinada a grafites colore as cidades, normalmente com imagens divertidas e chamativas com alguns personagens conhecidos, principalmente originários da internet.

E inspirada nas ruas e nos carros dos vizinhos é que fiz esse cordel para vocês.

Nos carros dos vizinhos…

A verdade é que carros e adesivos são feito bunda, cada um tem e cuida dos seus. Que bom.

Compartilhe sua opinião