Clássicos etnográficos: Corumbiara



A  região  da Gleba Corumbiara, Rondônia, a partir de 1970 passou por demarcações e foram estabelecidas ali grandes propriedades rurais, ocupadas por fazendeiros, garimpeiros e madeireiros gerando conflito com os povos nativos. Em 1985, o indigenista Marcelo Santos, denunciou um massacre de índios, e Vincent Carelli filmou o que restava das evidências. Bárbaro demais, o caso passa por fantasia, e cai no esquecimento. Marcelo e sua equipe levam anos para encontrar os sobreviventes. Duas décadas depois, o filme por eles produzidos, “Corumbiara” retrata essa busca e a versão dos índios. O filme faturou diversos prêmios dentre eles o  Prêmio de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Montagem, Melhor Filme do Júri popular, Melhor Filme do Júri de Estudantes de Cinema no 37º Festival de Cinema de Gramado (09 a 15 de agosto de 2009) além de menção honrosa no 14º Festival É tudo Verdade.

Compartilhe sua opinião