Ornitologia

Na história da música popular muitos foram os compositores que se inspiraram nos pássaros de nossa fauna para criar lindas obras. Desde a Asa Branca de Luiz Gonzaga, canção fortemente impregnada no inconsciente coletivo brasileiro, até o Sabiá de Tom Jobim e Chico Buarque, à época criticado por ter se aproveitado da licença poética para chamar o pássaro pelo feminino, “uma” Sabiá, passando por Tico-ticos, Graúnas, Gaviões, e muitos outros, de muitos outros artistas geniais.

Ornitologia by Diego Cavalcanti on Grooveshark

Mas desta vez eu não vou falar das músicas inspiradas pelos pássaros, mas dos próprios pássaros. Bem, também não vou falar sobre os pássaros, vou mostrá-los. É que já faz um tempo que nas horas vagas entre as aulas que dou, as gravações de meu trabalho autoral e os artigos que humildemente escrevo para este site (vocês não imaginam a cobrança ferrenha do meu editor!) eu tenho brincado de fotografar, e um dos meus temas preferidos são os pássaros. É difícil fotografa-los, são furtivos, rápidos e costumam se afastar ante a presença humana, mas com o tempo fui pegando uns macetes e já consegui algumas fotos que gosto de mostrar, com uma pontinha de orgulho. Tá certo, dificilmente eu conseguiria emprego na National Geographic, mas aqui estão meus cliques destes lindos animais e uma playlist com músicas com nome de pássaros pra acompanhar o passeio. Boa viagem!

Gavião-Carrapateiro (Milvago chimachima).
Gavião-Carrapateiro (Milvago chimachima).
Bem-Te-Vi (Pitangus Sulphuratus).
Bem-Te-Vi (Pitangus Sulphuratus).
Corujinha-Do-Mato (Megascops choliba) e Beija-Flor-Tesoura (Eupetonema macroura). Esta foto vale um comentário: um dia ao acordar percebi esta coruja dormindo numa árvore do quintal e peguei a câmera para fotografa-la. De repente vieram três beija-flores e começaram a voar ao redor dela num comportamento um tanto agressivo. Foram embora mas não demorou muito um voltou e começou a voar de novo ao redor da coruja, que permanecia impassível em seu sono. Entendi que ele voltaria mais uma vez e me escondi para tirar a foto; ele voltou e aí está o clique!
Corujinha-Do-Mato (Megascops choliba) e Beija-Flor-Tesoura (Eupetonema macroura). Esta foto vale um comentário: um dia ao acordar percebi esta coruja dormindo numa árvore do quintal e peguei a câmera para fotografa-la. De repente vieram três beija-flores e começaram a voar ao redor dela num comportamento um tanto agressivo. Foram embora mas não demorou muito um voltou e começou a voar de novo ao redor da coruja, que permanecia impassível em seu sono. Entendi que ele voltaria mais uma vez e me escondi para tirar a foto; ele voltou e aí está o clique!
Corujinha-Do-Mato (Megascops choliba).
Corujinha-Do-Mato (Megascops choliba).
Quero-Quero (Vanellus chilensis).
Quero-Quero (Vanellus chilensis).
Lavadeira-Mascarada (Fluvicola nengeta).
Lavadeira-Mascarada (Fluvicola nengeta).
Canários-Da-Terra (Sicalis flaveola brasiliensis), dois machos se estranhando.
Canários-Da-Terra (Sicalis flaveola brasiliensis), dois machos se estranhando.
Cambacica (Coereba flaveola).
Cambacica (Coereba flaveola).
Gavião-Carijó (Rupornis magnirostris).
Gavião-Carijó (Rupornis magnirostris).
Andorinha (Pygochelidon cyanoleuca).
Andorinha (Pygochelidon cyanoleuca).
Filhotes de Canário-Da-Terra (Sicalis flaveola brasiliensis).
Filhotes de Canário-Da-Terra (Sicalis flaveola brasiliensis).
Rolinha (Columbina talpacoti).
Rolinha (Columbina talpacoti).
Filhote de Sabiá-Laranjeira (Turdus rufiventris).
Filhote de Sabiá-Laranjeira (Turdus rufiventris).
Cambaxirra (Troglodyte musculus).
Cambaxirra (Troglodyte musculus).

Dica: Se você gosta de pássaros indico o site WikiAves, uma espécie de Wikipédia das aves do Brasil, com muitas fotos fantásticas, além de informações detalhadas de cada espécie e gravações dos pios.

 

Autor:

  • Diego Cavalcanti