Ganzeer, grafiteiro antenado

As revoltas no mundo árabe tem agitado o panorama político, econômico e social dos países envolvidos. E onde há fumaça e fogo há incendiários. Os manifestantes nas ruas e praças são, em sua maioria, jovens como Mohamed Fahmy, aliás Ganzeer,  grafiteiro e ilustrador de 29 anos. As ilustrações de ordem tomaram conta das ruas de cidades como Cairo, Trípoli e Gaza. “Trata-se de uma revolução jovem e com expressões de acordo, como um mural de Facebook nas ruas “ – diz Mia Grondhal, fotógrafa sueca que desde 2000 documenta o street art das arábias.



Ganzeer é um dos mais produtivos artistas de sua geração. Diz usar sua arte para “entender a condição humana”. Antenado, mobilizou o mundo inteiro com a criação da “Mad Graffiti Week”, evento que está reunindo egípcios e estrangeiros ao redor do globo, para planejar ações e intervenções em suas cidades. Alguns trabalhos apareceram esta semana na Alemanha e Polônia.

O talentoso e famoso Blu manifestou solidariedade aos manifestantes:

Hello Ganzer
 i am sorry to hear that
 i am following the Egyptian situation from the beginning
 of course i can only see it from Internet

 honestly i never believed any military backed revolution
 and this one seems no exception

 i often speak about the egyptian situation because it is
 symbolic of what could happen everywhere else even here
 in europe i will paint something about it as son as i
 have the chance

 best wishes for your action
 blu

Mais?
Muito mais!

1 Comentário

Junte-se à discussão e diga-nos a sua opinião.

24 de janeiro de 2012 em 3:40 PM

thanks for writing about Poland:)

Deixar uma resposta