Aquele tal de irmão do Jorel


Desenho brasileiro vem conquistando o mundo

“Come Abacate, bem!!” Diria a vovó Juju, personagem da animação que vive tentando enfiar a fruta goela abaixo de seus netos e que ajuda a compor a narrativa desse desenho cheio de questionamentos — será que abacate é mesmo uma fruta?? Segundo a vovó Juju, o importante é pôr pra dentro!

Para quem não conhece, uma breve explicação: Irmão do Jorel é uma animação brasileira criada por Juliano Enrico (Roteirista da TV Quase, criadora dos programas: Choque de Cultura e Último Programa do Mundo) e co-produzida pelo Cartoon Network e a Copa Studios que vem fazendo sucesso ao redor do mundo e já caminha para a sua quarta temporada. Assim como o abacate, é algo que, sem dúvidas, deve ser consumido sem moderação!

Com o seu nome jamais revelado, o protagonista, irmão do Jorel, nos mostra como é a vida de uma criança que vive à sombra dos irmãos mais velhos e nos leva a uma sequência de questionamentos sem fim em seu dia a dia nada comum, mas ainda assim super familiar.

A animação, que teve sua estreia em 2014, é a primeira do Cartoon Network produzida no Brasil e em toda a América Latina. Agora comprada pela Netflix, vem conquistando cada vez mais audiência em meio a públicos de todas as idades. Recentemente, recebeu o prêmio Quirino de Melhor Série de Animação Ibero-Americana, que tem a sua cerimônia realizada na Espanha.

A esquerda o Irmão do Jorel e a direita o criador do Irmão do Jorel, Juliano Enrico.

Recentemente, o desenho foi indicado para o Emmy Kids Internacional, premiação realizada pela Academia Internacional das Artes & Ciências Televisivas, e hoje concorre com outros na categoria de melhor animação!

Curioso para conhecer? Ou já tá cheio de vontade de assistir tudo de novo? Os episódios estão todos disponíveis no catálogo da Netflix e, se quiser mergulhar ainda mais no universo, o site da Cartoon traz diversos jogos baseados no desenho. Você pode conferi-los aqui.

Siga o TREVOUS nas redes sociais: Instagram, Twitter e Facebook.

Compartilhe sua opinião