A velha a fiar


Boas recordações a todos!

Durante a pequena pesquisa que fiz para checar alguns dados do meu post anterior, acabei me deparando com o vídeo de uma música que fez parte da minha infância e tenho certeza que fez parte da infância de muita gente.

O folclore é composto de vários elementos: músicas, danças, brincadeiras, lendas, artesanatos, etc. Dentro das músicas folclóricas existem várias classificações, e uma delas se chama “conto acumulativo cantado”, também conhecidos como “lenga-lenga”. Um conto acumulativo cantado nada mais é do que uma música onde a cada estrofe é adicionado um novo elemento à letra; esses elementos vão se acumulando, criando estrofes maiores a cada repetição, transformando a música num verdadeiro desafio à memória de quem canta (e, quem sabe, à paciência de quem ouve…).

Na época eu nem sabia que se tratava de um conto acumulativo, mas aprendi com minha mãe uma música chamada “a velha a fiar”. Ela não sabia a canção inteira de memória, mas certa vez, ainda na minha infância, assistimos na tevê (provavelmente num programa educativo) um vídeo em preto em branco para a música, e acabei conhecendo e decorando a letra inteira. Também mal sabia eu que aquele curta-metragem é considerado por alguns estudiosos como um dos primeiros videoclipes produzidos no mundo; dirigido por Humberto Mauro (um dos pioneiro do cinema brasileiro) e com a música cantada pelo Trio Irakitan (grupo vocal de muito sucesso nas décadas de 1950 e 1960), a “velha a fiar” foi produzido em 1964 e é uma pérola do audiovisual brasileiro, que eu tive o prazer de reencontrar, relembrando minha infância.

Boas recordações a todos!

Compartilhe sua opinião