Tuca & Bertie: O Surrealismo e a Comicidade na Animação


A nova temporada da inteligente comédia estreou no mês passado pelo Adult Swim, e promete ser tão boa quanto a primeira

Original da Netflix e dos mesmos criadores do sucesso “BoJack Horseman” (2014-2020), a série “Tuca & Bertie” (2019- ) é uma sitcom animada que conta a história de duas melhores amigas: Tuca, uma tucana, e Bertie, uma passarinha. A série fala principalmente sobre a amizade das personagens e explora a comicidade dentro da profunda intimidade entre duas mulheres. Os episódios trazem um pouco da relação das duas amigas, que, apesar de muito ligadas, possuem personalidades diametralmente diferentes. Tuca (Tiffany Haddish) é rebelde, extrovertida e aventureira. Bertie (Ali Wong), é tímida, carinhosa e delicada.

Bertie e Draca, a vizinha planta

A série propõe uma linguagem bastante surrealista, desde protagonistas pássaros com corpos e comportamentos humanos a cenários que misturam o mundo animal a paisagem das grandes cidades. É claro que o universo da animação permite que a realidade seja um pouco “estilizada” ou exagerada, mas o humor em Tuca & Bertie se dá no campo do nonsense, do absurdo. No primeiro episódio, as amigas acidentalmente assam um bolo com as cinzas do namorado de Bertie e o bolo toma vida com o espírito da avó, que implora para ser comida.

“Ultrasam” – EP 07 (1ª Temporada)

Apesar de sua linguagem nonsense, a animação também consegue propor narrativas relacionáveis, com conflitos reais que fazem parte da vida adulta. A nova temporada em especial começa justamente tratando de uma questão muito real na amizade de Tuca & Bertie. O primeiro episódio aborda a relação de codependência que Tuca tem com Bertie e o quanto isso aos poucos vai atrapalhando o desenvolvimento de outras relações, românticas ou afetivas, que ela pode vir a ter. O conflito que já vem sendo desenvolvido desde o início da primeira temporada, ganha ainda mais espaço e traz tons mais realistas e relacionados a psique das personagens.

Além disso, Tuca luta pela sobriedade. A série já se passa em um contexto de reabilitação da personagem, mais uma vez explorando um lado mais profundo e intenso da psique humana, e trazendo para sua narrativa temáticas mais densas, ainda que apresentadas em um tom leve e cômico. Os desafios diários para a sobriedade de Tuca se tornam conflitos do dia-a-dia das amigas.

Tuca & Bertie tem a mesma equipe de criação e produção que “BoJack Horseman” (2014-2020) e, não à toa, as duas séries conversam bastante — desde a proposta estética até a linguagem cômica. Para quem é fã da segunda, vale a pena conhecer a primeira. Infelizmente, Tuca & Bertie não tiveram o mesmo tempo que Bojack para conquistar seu público na Netflix. Felizmente, após o cancelamento da plataforma de streaming, a animação ganhou sobrevida no Adult Swim e vem aí com uma nova temporada que promete ser tão boa ou até melhor que a primeira.

Compartilhe sua opinião