(Alguns) Jogos de construção


Dicas de alguns jogos para quem compartilha do mesmo vício.

Acho que qualquer pessoa deve ter pelo menos um tipo de jogo do qual ela não consegue largar. Podem ser jogos com mecânicas repetitivas e já batidas a lá Candy Crush e Subway Surfers ou coisas mais complexas como jogos de cartas. No meu caso, eu tenho que admitir que tenho vício em jogos de construção. Construção de cidades, estradas, linhas de trem e principalmente coisas envolvendo sistemas. Então, decidi dar algumas dicas desses jogos. Do mais complexo ao mais simples.

De longe o meu jogo favorito, o Cities é um jogo bastante aberto a possibilidades. Seu objetivo é simples: crie uma cidade. Existem varias variações de mapas e possibilidades para criar o projeto urbano dela, e não existe caminho certo para isso (mesmo se você estiver jogando o modo normal, onde os recursos são limitados).

Tudo que pode dar de errado com a sua cidade é resultado de ações suas: falta de transporte público gera trânsito, falta de energia e água contínua gera abandono das casas, falta de educação, saúde e parques gera a desvalorização da sua cidade.

Menu do serviço de agua da cidade

Enfim, são várias as possibilidades, e mesmo que você não tenha nenhuma DLC ou mod, o jogo ainda é bastante divertido. Agora caso você tenha um PC com uma configuração boa, existem uma variação enorme de adicionais, que podem expandir as possibilidades dentro do jogo.

Parte da Zona Sul do Rio feita dentro de um save do jogo com a ajuda de vários Mods e DLCs

Cities Skylines está disponível para PC e OSX (SteamEpic Games), Xbox One, Playstation 4Nintendo Switch

Como o próprio nome sugere, Satisfactory é um jogo cujo objetivo é você construir fábricas, só que um detalhe: ao contrário da vida real, o jogo tem recursos ilimitados e gera 0 poluição. Assim, não importa quantas linhas de montagem ou recursos que você use, nada acaba, nada é problema.

O grande fator viciante desse jogo é de que, além da falta de problemas, você não tem um objetivo claro (Pelo menos não até onde eu cheguei). Suas missões são sempre fabricar algum produto, e depois outro, e outro, e outro. Quanto mais complexo fica o produto mais linhas de montagem você precisa, mais recursos naturais você extrai etc. Dá pra perder horas fácil entre uma missão e outra.

Uma linha de produção “só um pouco” organizada

Satisfactory está disponível para PC (Steam e Epic Games).

Seguindo numa pegada mais simples e mais bonitinha, a ideia de Mini Metro é testar as suas habilidades de administração ao criar uma rede de linhas de metrô em uma cidade. Parece algo fácil de fazer, ligar uma estação com essa, e com aquela, e pronto. Só que tem dois detalhes bem importantes:

Fase de Nova York

Cada fase é baseada em uma cidade, com suas características e demandas diferentes. Algumas têm mais passageiros que outras, outras tem menos trens, algumas com mais rios etc.

Além disso todas as estações e recursos surgem sozinhos no mapa e de forma randômica, enquanto os recursos variam de acordo com a cidade. Criando, assim, desafios interessantes a cada fase.

Progresso da fase de São Paulo no jogo

Mini Metro está disponível para PC e OSX (Steam e Origin), Nintendo Switch, Playstation 4 e mobile (Android e IOS).

Além de linhas de metrô, por que não planejar as ruas também? Feito pela mesma produtora, Mini Motorways segue os mesmos princípios que o Mini Metro, só que com um pouco mais de complicação: ao invés de criar linhas de metrô, você cria ruas entre as casas de habitantes e seus respectivos trabalhos. Todos, também, surgindo de forma randômica.

Além disso, você tem que ter uma boa estratégia para manejar os recursos que cada cidade oferece, tais como: viadutos, sinais de transito, pontes e túneis.

Mini Motorways está disponível para iOS (pelo Apple Arcade), no PC e OSX (Steam).

Este é um jogo menos de construção e mais de administração, em PackageInc você tem que gerir uma “cadeia de produção” e distribuição de recursos. Nele você tem um armazém central e alguns hubs periféricos. Seu objetivo é ligar os prédios na cadeia para absorver o recursos.

Fase de Nova York

O desafio está em atender a demanda e não entupir as redes de transporte, pois além de absorver um recursos, cada estação gera um outro recurso que serve para outra estação. E assim, ligando estação com estação, hub com hub seu objetivo é cumprir suas tarefas e evitar o máximo de desperdício de recursos.

Fase de Tóquio

PackageInc está disponível para mobile (iOS e Android).

Posso dizer com tranquilidade que perdi (e ainda perco) horas jogando esses jogos, não é à toa que o reconheço como um vício saudável. E você, quais jogos têm sido o seu vício recentemente?

Compartilhe sua opinião