Take a walk on the B side dos Quadrinhos


Alguns canais do YouTube sobre quadrinhos para amantes de quadrinhos

Acho que posso dizer com certa segurança que hoje quadrinhos são pop e — talvez não tanto quanto o agronegócio — têm seus entusiastas e defensores. Por isso, não é à toa que ótimos blogs, revistas digitais e canais de YouTube têm surgido. Estes são lugares onde fãs, colecionadores e até estudiosos expões suas visões, análises e opiniões sobre HQs. No quesito vídeo, atualmente não tem como não mencionar canais como 2quadrinhos, Comix Zone e Pipoca & Nanquim — estes dois últimos têm suas próprias editoras, com um catálogo muito diverso e interessante. Porém não são desses canais maiores que escreverei hoje, mas sobre aqueles menos conhecidos que valem muito a pena serem assistidos. Neles se fala da nona arte com a paixão necessária para cativar alguém que, como eu, cresceu lendo gibis.

Ministério dos Quadrinhos

Apresentado por Alessandro Garcia, o canal Ministério dos Quadrinhos aborda quadrinhos de todos os tipos: tem comics americanos, quadrinhos europeus, mangás etc. Em sua maioria, os vídeos são resenhas de obras específicas, mas, ao contrário do que muito frequentemente acontece na internet, não se limita ao apenas a dar as velhas opiniões formadas sobre tudo. Em vez disso, Alessandro, além de dar uma contextualizada básica, dá suas impressões e leituras das HQs abordadas. Deixo aí o vídeo em que ele fala sobre “O Eternauta 1969” de Héctor Germán Oesterheld e Alberto Breccia, dois nomes importantíssimos da história dos quadrinhos argentinos.

Quadrinhos Na Sarjeta

Quadrinhos Na Sarjeta é um canal igualmente interessante, mas, por Alexandre Linck ter um pé na academia, tem uma abordagem um pouco diferente. Nos seus vídeos, mesmo quando voltados para uma obra específica, o apresentador parece mirar questões mais abrangentes. Por exemplo, no vídeo que está aí em cima, onde a partir do quadrinho “Ocultos” de Laura Pérez, Alexandre defende como muitas vezes o silêncio pode dizer melhor sobre uma obra do que chavões e elogios vazios.

Ilha Kaijuu

Ilha Kaijuu, de Rafael Machado Costa, é um canal bem pequeno. Contendo ainda poucos vídeos e se focando mais no conteúdo do que no visual, os quadrinhos são abordados de forma muito particular. Rafael se utiliza de conceitos próprios da história e teoria das artes visuais, fugindo do formato de “vídeos resenhas” e perseguindo um fazer crítica. Sei que talvez isso faça algumas pessoas bocejarem, mas recomendo a elas que, ao acabarem, vão assistir alguns vídeos do canal. Deixo aí em cima um vídeo longo — para os padrões do YouTube — onde são abordados os conceitos do naturalismo e do realismo na história das artes visuais e nos quadrinhos.

Rapha Pinheiro

Rapha Pinheiro também estuda quadrinhos e tem grande carinho por eles, mas, sem dúvida, o seu diferencial é o fato de que ele não só lê, mas também produz HQs. Por isso, seu canal pode ser uma ótima pedida para quem — mas não só — quer se aventurar profissionalmente nesse universo. Há vídeos onde ele dá dicas, ou em que fala sobre o mercado nacional, ou ainda outros em que ele analisa páginas de quadrinhos dando ênfase a sua narrativa gráfica. No vídeo acima Rapha fala um pouco sobre o livro “Escrevendo Para Quadrinhos” do, já bem conhecido roteirista de comics, Brian Michael Bendis.

Ocultos de Laura Pérez

Os canais citados são apenas alguns que acompanho, há muitos outros por aí que valem a pena serem assistidos. Inclusive, deixei de fora dessa lista dois em especial, que apesar de terem excelentes vídeos, não lançam nada já tem um tempo. Mas, como seria uma pena as pessoas não conhecerem o que foi produzido neles, decidi deixar aqui como menções honrosas. São os canais Traços Negros de Andreia Fernades e Papo Zine de Carlos Neto, ambos recomendados principalmente para quem tem interesse pela produção nacional. Esse post é dedicado a todos os amantes da nona arte.

Compartilhe sua opinião