Um mergulho remasterizado no passado


O incrível trabalho de remasterização que tem feito o passado se tornar mais vivo

A inteligência artificial  é algo bastante conhecido hoje em dia. Além de servir como vilãs para filmes em que as máquinas se voltam contra a humanidade, Essa tecnologia está presente em diversos aparelhos, aplicativos e sites. Porém o que muitos não sabem é que existe uma função fantástica e quase mágica em que as IAs têm sido utilizadas: a remasterização.

Se utilizando de IAs livres e disponíveis a qualquer um, alguns profissionais decidiram se pôr o desafio de tentar melhorar imagens gravadas a quase 130 anos atrás. Conseguindo estabilizar a imagem, colorizar, aumentar a qualidade para 4k e 60fps e ainda fazer com que o movimento das pessoas se tornasse mais fluido (para entender melhor, segue a matéria da Wired). O resultado é impressionante:

Atualmente, existem alguns canais/entidades que se dedicam a realizar esse trabalho de remasterização. Porém a quantidade de material já feito surpreende bastante. Os canais com maior recorrência de postagens são o NASS, Denis Shiryaev da Neural love, o Olden Days e o History in Color. Neles vocês podem encontrar filmagens documentais do dia a dia:

Uma das primeiras filmagens feitas pelos irmãos Lumiére:

Filmes de Charlie Chaplin:

Noticiários sobre acontecimentos históricos:

Até algumas cenas que se passam no Brasil:

É possível até ver um rolê de rover na lua:

Ainda é cedo para dizer se essa é uma nova tendência, porém como a inteligência artificial é de fácil acesso, podemos ver cada vez mais remasterizações de filmes e vídeos antigos. Trazendo um pouco do passado para o presente.

Compartilhe sua opinião